Sábado, 22 de Setembro de 2007

Com estime

A clarisse acchou triste este blogs e mandou esta poesia,que agradeço. POENTES DE OUTONO Poentes de Outono são o sol em volteios! Alegres, dolentes de viva ansiedade... Varandas floridas de docilidade, E acordam na alma suaves enleios!... Poentes de Outono, quimeras, anseios Que trazem à mente tão doce Amizade De ledos poentes que inspiram Saudade E às aves que voam, tão tristes gorjeios! Poentes de Outono são telas de flores Pintadas por Anjos, nas tardes do dia, Pra vermos o Céu purpurino de cores! No mar transparente reflectem magia, Enfeitam os vales, que nem os pintores Tal qual Miguel Ângelo assim coloria! Clarisse Barata Sanches – Góis – Portugal A poesia da Clarisse está sendo muito apreciada no Brasil de onde tem recebido provas de muita amisade. Diz o povo que ningém é profecta na sua terra e a Clarisse não tem recebidos dos conterrânos o apreço a que faz jus.pelo que é uma consolação receber o apreço de gente de longe. è por isso que os poetas têm de criar o seu castelo onde vivem os seus sonhos. Um abraço do matos cruz 22de Setembro de 2007
publicado por matoscruz às 20:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Semana Cultura Góiense

. Faleceu op Chico

. pequenas noticias

. Conselho Regional da Casa...

. 1 Fazer alguma coisa

. ENGANO

. Fim de mês triste

. Casa do Povo e Conselho R...

. Carnaval na Casa de Góis

. Justa Homenagem

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds