Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

Regionalismo

Um dos motores de desnvolvimento das Terras do Ceira tem sido o movimento regionalista. A partir de 1928 e sobretudo desde a década de 30 grande parte das povoações, dos concelhos da Pampilhosa da Serra, Arganil e Góis fundaram as suas Comissões de MelhoramentosmLigas ou sociedades de Amigospara ajudar a resolver os seus mproblemas primaários,como abastecimentos de águas, acessos pºor estradas, instalação de electricidade e telefones, escolas e ultimamente casas de convivios. Os regionalistas não se cansaram der fazer reuniões para debater o modo de ir concretizando os seus objectivos. Para isso realizaram festas,excurções, fizeram peditórios e passaram rifas para arranjar fundos. Isto no tempo erm que as autarquias não dispunham de meios para realizarem essas obras. Hoje outras iniciativas e outras obras continuam a merecer a atenção das várias colectividades e assim continuam a reunir-se e a trabalhar pelas suas terras. A união Progressiva da Freguesia dfo Colmeal fez 75 anos que comemorou com dignidade. Agora fez a festa do Natal e abriu a biblioteca da sede da fregusesia,convidadndo a população a ler mais. Um bom exemplo a ser seguido por outras. Amieiros e Cabeçadas tem a par do Esporão as Comissões maios activas do Concelho de Góis A Comissão dos Amieiro já foi à Casa concelhia, onde tem sede, marcar as reuniões para o proximo ano. A primeira é já dia 6 de Janeiro .Força José Carlos e sua rapaziada e os maiores exitos no proximo ano. Se for possdível iremos dando noticias regionalistas se tivermos a colaboração das colectividades. 22 de De4zembro de 2006 Matos Cruz
publicado por matoscruz às 19:16
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

Terras do Ceira 3

Nestas Terras do Ceira,que já situamos em blogs anteriores, entrou agora na estação fria em vespera de Inverno, e de alguns dias de Verão de São Martinho. A Feira de São Martinho decorreu num, soalheiro com bastante gente a acorrer ao magestoso Cerro da Candosa, onde foram raínhas a carne de porco assada na brasa e as castanhas assadas e como é lógico, uns copos, com regra, para quem tinha de dirigir. A Feira lá se vai mantendo com a carolice dos mordomos da festa de Nossa Senhora da Candosa e o alheamento da Junta de Freguesia e até da Câmara que podiam apostar em levar mais gente a conhecer o Concelho de Góis nuima época fraca do turismo. Embora não haja muito para vender aos turista, Vila Nova do Ceira,já e procurada pelos visinhos. para comprar carnes e enchidos em especial chouriços e morcelas. muitos deles para trazerem para Lisboa e outras terras onde exercem a sua actividade. Os rios destas terras do Ceira saíram de seus leitos e cobriram as margens, arrastando árvores de grande porte e se acumularam nas pontes e causando estragos diversos em especial no abastecimento de águas da rede. Os serviços da Cãmara foram incansáveis para resolver os problemas e conseguiram pelo que merecem o nosso reconhecimento. Após um doloroso sofrimento faleceu o Senhor António Augusto Ralha que casando na Várzera e ficando viúvo ali vivia, com a estima dos Varzeenses, até adoecer e ser internado em Coimbra onde faleceu. Divulgue este blogs pelos amigos. http://terrasdoceira.blogs.sapo.pt
publicado por matoscruz às 21:46
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006

Terras do Ceira 2

O Rio Ceira com a sua abundância de água levou a que as populações carenciadas se instalassem nas suas margens criando casais que copm o au8mento da familia se foram transformados em, lugares e aldeias de acordo com a área disponível para agricultar. Assimsurgiram ponte de Feijão,Colmeal.Capelo, Sandinha,Cabreira e outras terras da Freguesia do Cadafaz, carcavelos, Cortecega, Góis,Vila, Casalinhos, Luzendas, Linteiro, Inviando, arzea Pequena, Várzea Grande,Juncal,Passô,Murtinheira, Cabril isto no concelho de Góis. Cabril de Baixo,Ribeiras, Amiais,Senhora da Graça em Serpins e depois Casal de Ermio, Foz de Arouce, Ceira dos Vales, da freguesia da Lousã,e Miranda do Corvo, São Frutuoso, Tapada , Ceira e Coimbra. Em todas estas localidades os campos são férteis e muito productivos.e as zonas daq Louzã e Miranda do Corvo são aproveitadas para a viveiros de árvores de fruto ou para jardinagem,que são exportadas para toda a Europa. Góis ocupa uma posição previligiada por o Rio Ceira atravessa ao meio da Vila criando praias de rara beleza, o mesmo acontecendo com Vila Nova do Ceira. Góis, sede do concelho, é uma terra muito antiga, pois já era anterior a fundação da nacionalidade. Góis freguesia tem vindo a subir de população o que não que não acontece com o concelho que desceu bastante desde 1940. As suas paisagens, de sonho desde o rio às montanhas merecem ser vistas e saboreadas no local. Vá a Góis...
publicado por matoscruz às 20:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Semana Cultura Góiense

. Faleceu op Chico

. pequenas noticias

. Conselho Regional da Casa...

. 1 Fazer alguma coisa

. ENGANO

. Fim de mês triste

. Casa do Povo e Conselho R...

. Carnaval na Casa de Góis

. Justa Homenagem

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds